Fotografias

Rua Portugal

Uma das principais ruas da Praia Grande, onde eram estabelecidas as grandes casas comerciais e de moradias dos portugueses. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de leitura na Praça João Lisboa Nº 4 (antigo Largo do Carmo), Caixa Postal 40, Telephone 56. Uma novidade na época, era vendido na praça por 6$000. A publicação compensava o

Veja+

Rua Grande

Antiga Estrada Real aberta pelo governador Joaquim de Mello Póvoa em 1775, passou a ser chamada de Caminho Grande, em direção à zona rural da ilha. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de leitura na Praça João Lisboa Nº 4 (antigo Largo do Carmo), Caixa Postal 40, Telephone 56. Uma novidade na época, era vendido na

Veja+

Rua da Estrella

Uma das principais ruas de comércio da Praia Grande, ocupada em grande parte por empresas inglesas. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de leitura na Praça João Lisboa Nº 4 (antigo Largo do Carmo), Caixa Postal 40, Telephone 56. Uma novidade na época, era vendido na praça por 6$000. A publicação compensava o seu valor por

Veja+

Rampa do Palácio

Desembarcadouro rústico e improvisado, que servia as catraias de embarque e desembarque de passageiros cargas dos navios fundeados frente aos baluartes. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de leitura na Praça João Lisboa Nº 4 (antigo Largo do Carmo), Caixa Postal 40, Telephone 56. Uma novidade na época, era vendido na praça por 6$000. A publicação

Veja+

Praça João Lisboa

Antigo Largo do Carmo e João Lisboa a partir de 1901. Em 1918, a praça recebeu a obra do artista francês Jean Magrou, que guarda em seu pedestal os restos mortais do escritor.  A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de leitura na Praça João Lisboa Nº 4 (antigo Largo do Carmo), Caixa Postal 40, Telephone 56.

Veja+

Praça João Lisboa

Antigo Largo do Carmo e João Lisboa a partir de 1901. Em 1918, a praça recebeu a obra do artista francês Jean Magrou, que guarda em seu pedestal os restos mortais do escritor.  A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de leitura na Praça João Lisboa Nº 4 (antigo Largo do Carmo), Caixa Postal 40, Telephone 56.

Veja+

Praça Benedicto Leite

Destinada em 1804 a jardim botânico, foi chamada Jardim 13 de Maio, Largo do João Velho e Praça da Assembleia. Em 1906, a estátua do governador Benedito Leite, forjada na França por Émile Decorchement, lhe garantiu o nome definitivo. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de leitura na Praça João Lisboa Nº 4 (antigo Largo do

Veja+

Rio Bacanga

Um dos rios que margeiam a cidade e que serviu de fundeadouro para as primeira embarcações e via de entrada para algumas indústrias e sítios que se estabeleceram às suas margens. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de leitura na Praça João Lisboa Nº 4 (antigo Largo do Carmo), Caixa Postal 40, Telephone 56. Uma novidade

Veja+

Margem do Anil

Um dos rios que margeiam a cidade e que lhe serviu até o século XIX como fonte de abastecimento de água potável. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de leitura na Praça João Lisboa Nº 4 (antigo Largo do Carmo), Caixa Postal 40, Telephone 56. Uma novidade na época, era vendido na praça por 6$000. A

Veja+

Largo dos Remédios

Área de passeio construída junto com a ermida de Nossa Senhora dos Remédios, em 1719, pelo capitão Manuel Monteiro de Carvalho, na ponta do Romeu. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de leitura na Praça João Lisboa Nº 4 (antigo Largo do Carmo), Caixa Postal 40, Telephone 56. Uma novidade na época, era vendido na praça

Veja+

Rua Portugal

Uma das principais ruas da Praia Grande, onde eram estabelecidas as grandes casas comerciais e de moradias dos portugueses. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de

Veja+

Rua Grande

Antiga Estrada Real aberta pelo governador Joaquim de Mello Póvoa em 1775, passou a ser chamada de Caminho Grande, em direção à zona rural da ilha. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras

Veja+

Rua da Estrella

Uma das principais ruas de comércio da Praia Grande, ocupada em grande parte por empresas inglesas. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e sala de leitura na Praça

Veja+

Rampa do Palácio

Desembarcadouro rústico e improvisado, que servia as catraias de embarque e desembarque de passageiros cargas dos navios fundeados frente aos baluartes. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração e

Veja+

Praça João Lisboa

Antigo Largo do Carmo e João Lisboa a partir de 1901. Em 1918, a praça recebeu a obra do artista francês Jean Magrou, que guarda em seu pedestal os restos mortais do escritor.  A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos,

Veja+

Praça João Lisboa

Antigo Largo do Carmo e João Lisboa a partir de 1901. Em 1918, a praça recebeu a obra do artista francês Jean Magrou, que guarda em seu pedestal os restos mortais do escritor.  A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos,

Veja+

Praça Benedicto Leite

Destinada em 1804 a jardim botânico, foi chamada Jardim 13 de Maio, Largo do João Velho e Praça da Assembleia. Em 1906, a estátua do governador Benedito Leite, forjada na França por Émile Decorchement, lhe garantiu o nome definitivo. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum

Veja+

Rio Bacanga

Um dos rios que margeiam a cidade e que serviu de fundeadouro para as primeira embarcações e via de entrada para algumas indústrias e sítios que se estabeleceram às suas margens. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em

Veja+

Margem do Anil

Um dos rios que margeiam a cidade e que lhe serviu até o século XIX como fonte de abastecimento de água potável. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira, com redação, administração

Veja+

Largo dos Remédios

Área de passeio construída junto com a ermida de Nossa Senhora dos Remédios, em 1719, pelo capitão Manuel Monteiro de Carvalho, na ponta do Romeu. A foto é uma das 24 ilustrações coloridas manualmente, do álbum editado por Gaspar Teixeira & Irmãos, Succrs, em 1904, e impresso pela Typogravuras Teixeira,

Veja+