A Manchester do Norte

Sexto bloco do documentário São Luís do Maranhão, produzido em 2007, pela Prole Filmes, com direção e roteiro do jornalista Luís Fernando Baima e edição do publicitário Angelo Guimarães Rosa. Nele é descrito a grande febre industrial que se instalou na capital, entre o final do século XIX e início do século XX, com repercussão pelo resto da província. São Luís chegou a ser considerada a segunda cidade mais industrializada do país, com as suas inúmeras fábricas de tecido de algodão, resultado das lavouras sustentadas pelo trabalho escravo. Como resultado, a cidade viveu um surto de desenvolvimento até então sem precedente em sua história, com grande repercussão no crescimento urbano, quando novas ruas, avenidas foram construídas, para abrigar as necessidades do consequente crescimento populacional.